Biblioteca Digital de Eventos Científicos da UFPR, 2º Simpósio de Transportes do Paraná (STPR); 3º Seminário em Aeroportos e Transporte Aéreo (SATA) e 3º Urbanidade

Tamanho da fonte: 
ANÁLISE COMPARATIVA DE METODOLOGIAS PARA IDENTIFICAÇÃO DE SEGMENTOS CRÍTICOS EM RODOVIAS RURAIS
Tiago Augusto Pianezzer, Jorge Destri Júnior

Última alteração: 11-02-2021

Resumo


Esse trabalho avalia os resultados da correlação existente entre a classificação de segmentos críticos em rodovias usando duas metodologias com abordagens distintas: reativa proposta por DNIT e preditiva proposta por iRAP. Para tanto foi utilizada a Técnica de Correlação de Postos de Spearman, avaliando as classificações de segmentos críticos de cada metodologia de modo geral, considerando aspectos como o ambiente ou o relevo da rodovia. A comparação das duas metodologias demonstrou que as mesmas não são correlacionadas independente se de modo geral ou de acordo com o ambiente ou de acordo com o relevo. Além disso, as comparações entre as metodologias indicam que ao comparar uma metodologia preditiva com uma outra reativa não necessariamente os mesmos segmentos de rodovia são considerados como críticos. Mesmo assim, identificar se o risco oferecido por uma rodovia ao usuário se traduz na ocorrência de acidentes é de fundamental importância para a questão de Segurança Viária.



Texto completo: PDF