Biblioteca Digital de Eventos Científicos da UFPR, III ENCONTRO DAS LICENCIATURAS REGIÃO SUL

Tamanho da fonte: 
Biologia e Saúde: uma proposta de intervenção didática para ensino médio
JOAO CARLOS DUTRA SANTANA, MARCELO ALBERTO ELIAS, PATRICIA PEREIRA GOMES, LEONARDO POLO DA SILVA, LUCAS RUBIO LOPES

##manager.scheduler.building##: Pavilhão do SEPT UFPR
##manager.scheduler.room##: Pavilhão
Última alteração: 07-10-2019

Resumo


O ensino de biologia está profundamente ligado a várias temáticas de saúde humana, o que deveria tornar o aprendizado mais interessante uma vez que são temáticas diretamente ligadas aos estudantes. Porém, devido a metodologias tradicionais, e muitas vezes desmotivadoras, o mesmo acaba por não atrair a atenção dos alunos em sala de aula. É bastante comum encontrarmos no cotidiano escolar atividades de leitura, exercícios, aulas expositivas, seminários. Não existe uma proibição na utilização das mesmas, porém é preciso olhar para essas atividades sempre com uma visão crítica, buscando a excelência no processo de ensino e aprendizagem. Em especial, deve-se procurar facilitar o caminho do aprendizado. Alguns conceitos, por serem complexos e abstratos, acabam sendo reduzidos a simples definição, como é o caso das Vitaminas. Poucas são as atividades propostas em livros didáticos que envolvam a aplicação direta desse conceito ou a preocupação de facilitação do mesmo. Nesse contexto, surgem as metodologias ativas que buscam inverter o protagonismo tradicional de ensino focado no professor ou no conteúdo, tornando o estudante o centro do processo. Existem diversos trabalhos envolvendo ensino de biologia com diferentes metodologias ativas, os quais apresentaram resultados bastante satisfatórios.  Diante disso, o presente trabalho propôs uma intervenção didática a partir de metodologia ativa para o ensino de “vitaminas”. A proposta foi executada no Instituto Federal do Paraná - campus Umuarama, com uma turma do curso técnico integrado em Edificações. Participaram da construção da atividade 35 estudantes, sendo que cerca de 500 estudantes de diferentes turmas e cursos, além de servidores, puderam visitar a mesma. Foi proposto aos estudantes dentro do componente curricular de biologia e com o apoio dos licenciandos do curso de Biologia PIBID/Umuarama, que os mesmos organizassem uma feira saudável, tendo como base as Vitaminas. A avaliação dos resultados se deu de forma qualitativa a partir da análise dos discursos presentes durante todo o processo de execução do trabalho. Por meio dessa atividade foi possível observar um resultado extremamente positivo pois os alunos demonstraram muita proatividade na construção da ação, aprofundando o conhecimento dos conceitos de diversas: livros, revistas e internet. Foi possível ainda observar muita satisfação por parte dos estudantes ao final da atividade, devido ao papel de protagonistas da construção do conhecimento que eles exerceram. Outro ponto bastante relevante foi a repercussão da atividade junto aos outros estudantes do campus, pois os mesmos puderam visitar e conhecer a “Feira Saudável” e em vários discursos foi possível identificar o desejo de fazer algo semelhante . Dessa forma, a presente intervenção didática demonstrou que metodologias ativas são extremamente importantes no cotidiano da escola moderna e podem ser ferramentas valiosas na construção do conhecimento sólido e significativo. Evidenciou-se ainda que, mesmo em metodologias ativas, a figura do professor não é descartada ou diminuída, já que o mesmo colabora ativamente com essa construção.

Palavras-chave


Metodologias ativas; Ensino de biologia; Saúde

Um cadastro no sistema é obrigatório para visualizar os documentos. Clique aqui para criar um cadastro.