Biblioteca Digital de Eventos Científicos da UFPR, III ENCONTRO DAS LICENCIATURAS REGIÃO SUL

Tamanho da fonte: 
UMA PROPOSTA PARA O ENSINO DE MAGNETISMO SOB UM OLHAR HISTÓRICO COM ENFOQUE CTSA
André Lucas dos Santos, Lucas Eduardo Siqueira, Lucas Alessandro Silva, Juliana Loch, Thais Rafaela Hilger, Sérgio Camargo

##manager.scheduler.building##: Pavilhão do SEPT UFPR
##manager.scheduler.room##: Pavilhão
Última alteração: 07-10-2019

Resumo


Uma sequência didática foi elaborada com intuito de que estudantes compreendam magnetismo visando seu processo histórico de construção, a relevância desse estudo para a sociedade e sua relação com diversas áreas da ciência. A proposta conta com 7 aulas planejadas para uma turma de terceiro ano do Ensino Médio e será aplicada em um colégio público de Curitiba/PR no âmbito do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência, da Universidade Federal do Paraná, no subprojeto Física. As principais metodologias usadas no projeto foram História e Filosofia da Ciência e Três Momentos Pedagógicos, estruturadas com enfoque em Ciência-Tecnologia-Sociedade-Ambiente e interdisciplinaridade com outras áreas de conhecimento, como História, Geografia e Biologia. Serão explorados os conhecimentos prévios sobre magnetismo pela discussão de trechos de citações e apresentados os conteúdos relacionados à física, tanto de modo teórico como utilizando atividades experimentais e, ainda, pela discussão de cenas de um filme de ficção. Pretende-se discutir aspectos interdisciplinares, que envolvam tecnologias e questões socioambientais, além do desenvolvimento científico ao longo da História e seus impactos. A aprendizagem dos alunos será avaliada de diferentes formas, na tentativa de identificar e atender as diferentes formas de aprendizagem. Se dará por meio de mapas conceituais individuais, exercícios, resolução de problemas e discussões nas problematizações. Espera-se contribuir com a aprendizagem em física, mas ir além, proporcionando aos alunos do colégio uma forma de relacionar esta disciplina com outras do currículo, pois, acreditamos que este é um caminho para a compreensão da realidade em que estão inseridos. Também espera-se contribuir com a formação docente dos licenciandos envolvidos no projeto.


Palavras-chave


PIBID; ensino de física; campo magnético.

Referências


BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Média e Tecnológica. PCN+ ENSINO MÉDIO: Orientações educacionais complementares aos Parâmetros Curriculares Nacionais, Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias. 2006.

DELIZOICOV, D.; ANGOTTI, J. A.; PERNAMBUCO, M. M. Ensino de ciências: fundamentos e métodos. São Paulo: Cortez, 2002.

DEMCZUK, O. M.; AMORIM, M. A. L.; ROSA, R. T. N. Atividades didáticas baseadas em experimentos no ensino de botânica: o relato de uma experiência. In: ENCONTRO NACIONAL DE ENSINO DE BIOLOGIA, 1., e ENCONTRO REGIONAL DE ENSINO DE BIOLOGIA, 3., 2005, Rio de Janeiro. Anais... Rio de Janeiro: Sociedade Brasileira de Ensino de Biologia, pp. 503-505, 2005.

LOPES, A. R. C. Bachelard: o filósofo da desilusão. Caderno Brasileiro de Ensino de Física, v. 13, n. 3, 1996.

MOREIRA, M. A. A teoria da aprendizagem significativa e sua implementação em sala de aula. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 2006.

PARANÁ. Secretaria de Estado da Educação. Diretrizes Curriculares da Educação Básica: Física. Curitiba, 2008.

TONIDANDEL, D.; ARAÚJO, A.; BOAVENTURA, W. História da Eletricidade e do Magnetismo: da Antiguidade à Idade Média. Revista Brasileira de Ensino de Física, v. 40, n. 4, 2018.

MARTINS, R. A. O estudo experimental sobre o magnetismo na Idade Média, com uma tradução da carta sobre o magneto de Petrus Peregrinus. Revista Brasileira de Ensino de Física, v. 39, n. 1, 2017.

O NÚCLEO – Missão ao Centro da Terra. Direção de Jon Amiel. EUA: Paramount Pictures, 2003. DVD (135 min). Título original: The Core.



Um cadastro no sistema é obrigatório para visualizar os documentos. Clique aqui para criar um cadastro.