Biblioteca Digital de Eventos Científicos da UFPR, III ENCONTRO DAS LICENCIATURAS REGIÃO SUL

Tamanho da fonte: 
PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO E BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR: UM ESTUDO SOBRE APRENDIZAGENS DEFINIDAS PARA A ÁREA DE CIÊNCIAS DA NATUREZA NO ENSINO FUNDAMENTAL
Naira Lopes de Freitas, Mara Jappe Goi, Maria Arlita Silveira Soares, Denize Rosa de Medeiros

##manager.scheduler.building##: Setor de Sociais Aplicadas
##manager.scheduler.room##: 01
Data: 12-11-2019 02:45  – 03:00
Última alteração: 31-10-2019

Resumo


O presente trabalho, realizado por bolsistas do Programa Residência Pedagógica, subprojeto multidisciplinar Ciências, Biologia, Química, Física e Matemática do curso de Ciências Exatas-Licenciatura, da Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA) de Caçapava do Sul/RS, discorre sobre análise do Projeto Político Pedagógico de uma escola-campo na qual é desenvolvida a Residência Pedagógica, concomitante, a uma pesquisa acerca do que está definido pela  Base Nacional Comum Curricular para a área de Ciências da Natureza, no Ensino Fundamental – Anos Finais. Neste contexto, o objetivo deste artigo reporta-se a apresentar os resultados de um estudo, através do qual, buscou-se analisar as concepções e o Currículo proposto pelo Projeto Político Pedagógico de uma escola de Educação Básica e as orientações projetadas pela Base Nacional Comum Curricular, que norteiam a área de Ciências da Natureza, nos Anos Finais do Ensino Fundamental, verificando aproximações e distanciamentos referentes às proposições apresentadas pelos dois documentos. O Projeto Político Pedagógico não é apenas um agrupamento de planos e atividades diversas, é construído e vivenciado em todos os momentos, por todos os envolvidos com processos de ensino e aprendizagem da instituição educativa. É uma ação intencional com um compromisso coletivamente definido, podendo ser concebido como um processo de permanente reflexão e discussão dos problemas da escola, na busca de alternativas viáveis à efetivação de sua intencionalidade (VEIGA, 1998). A Base Nacional Comum Curricular (BNCC) orienta as decisões pedagógicas para o desenvolvimento de competências, indicando o que os alunos devem saber e o que devem saber fazer, atendendo à mobilização dos conhecimentos, habilidades, valores e atitudes. Essas competências atuam como referências para o fortalecimento de ações que venham assegurar as aprendizagens essenciais estabelecidas na BNCC (BRASIL, 2017). Os procedimentos metodológicos que viabilizaram este artigo coadunam-se a uma pesquisa qualitativa, ancorada em Minayo (2001). Os estudos realizados, com ênfase em ambos os documentos, apontam que as aprendizagens pretendidas nem sempre encontram caminhos convergentes à sua implementação, levando-se em conta a pluralidade dos contextos educativos, em relação as diretrizes definidas pela BNCC.


Palavras-chave


Ensino de Ciências; Currículo; Aprendizagens; Habilidades.

Referências


CABRAL, Alcides Luis; FERREIRA, Cláudia Renate; COLOMBI, Fabiani Cristini. Currículo, poder e identidade. Revista Contrapontos. n.4, Itajaí, jan/abr. 2002

CÂNDIDO, Rita de Cássia; GENTILIN, João Augusto. Base Curricular Nacional: reflexões sobre autonomia escolar e o Projeto Político-pedagógico. RBPAE, v.33, n.2, pp 323 - 336, mai/ago 2017.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Educação é a Base. Brasília: MEC/CONSED/UNDIME, 2017. Disponível em: <http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_publicacao.pdf>. Acesso em: 02 de junho de 2017.

Brasil. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Lei nº 9.394, 20 de dezembro de 1996.

GADOTTI, Moacir. Pressupostos do projeto pedagógico. Anais da Conferência Nacional de Educação para Todos.Brasília: MEC, 1994.

MAUÉS E. R. C.; LIMA, M. E. C. C. Ciências: atividades investigativas nas séries iniciais. Presença Pedagógia, v. 72, dez. 2006

MELLO, Guiomar Namode. Referenciais Curriculares da Educação Básica para o Século 21. In: RIO GRANDE DO SUL. Secretaria de Estado da Educação. Departamento Pedagógico (org.). Referencial Curricular do Rio Grande do Sul –Lições do Rio Grande. Porto Alegre: Secretaria de Estado da Educação do Rio Grande do Sul, 2009.

_______. Currículo da Educação Básica no Brasil: concepções e políticas. São Paulo: CEESP, 2014.MINAYO, M. C. S. (Org.). Pesquisa social: teoria, método e criatividade. Petrópolis: Vozes, 2001.

RIO GRANDE DO SUL. Projeto Político-Pedagógico. 2017.

SACRISTÁN, José Gimeno (org). Saberes e incertezas sobre o currículo. Porto Alegre: Penso, 2013.

VEIGA, Ilma Passos Alencastro (org). Projeto Político-Pedagógico da Escola: uma construção coletiva. Campinas: Papirus, 1998.

_______. Projeto Político Pedagógico da escola: uma construção possível. Porto Alegre: Editora Cortez, 2001.


Um cadastro no sistema é obrigatório para visualizar os documentos. Clique aqui para criar um cadastro.