Biblioteca Digital de Eventos Científicos da UFPR, III ENCONTRO DAS LICENCIATURAS REGIÃO SUL

Tamanho da fonte: 
PIBID com o IFPR: Percepção ambiental e Ambientalização no espaço escolar
Yanina Micaela Sammarco, Valter Roberto Schaffrath, Camila Arantes da Silva, Liana Simioni Costa, Geovanna Carvalho Mariosida Silva, Rilary Gelceane Rodrigues Bueno

##manager.scheduler.building##: Setor de Sociais Aplicadas
##manager.scheduler.room##: 202
Data: 12-11-2019 05:15  – 05:30
Última alteração: 31-10-2019

Resumo


A Educação Ambiental é uma área de conhecimentos e saberes que busca sensibilizar e transformar a realidade frente aos problemas socioambientais. Dentro da Educação Ambiental temos a Ambientalização Escolar, uma metodologia pedagógica, que oportuniza promover a sensibilização em relação à natureza e com isso estimular melhores ambientes à aprendizagem. Tendo em vista a importância desta temática o PIBID Educação Ambiental e Ambientalização Escolar do Setor de Educação/UFPR em parceria com o IFPR têm como principal objetivo promover a cultura socioambiental, proporcionando experiências e vivências, com os bolsistas do curso de Pedagogia e de Ciências Biológicas junto à comunidade escolar, no intuito de estimular o pertencimento com seu espaço. A metodologia utilizada consistiu, num primeiro momento, no levantamento da percepção e entendimento do espaço escolar. Foi realizado um roteiro de percepção ambiental com os alunos do segundo ano do Ensino Médio e a alguns professores e técnicos administrativos, na qual os dados obtidos foram analisados qualitativamente. Também foi realizado um Diagnóstico de Ambientalização do IFPR por meio de visitas e observações dos bolsistas neste espaço escolar. Entre os resultados do roteiro de percepção, observou-se que a maioria os alunos não se compreendem enquanto protagonistas de sua vivência no meio escolar. A partir dos dados do diagnóstico, foram analisadas, também, as potencialidades e fragilidades da ambientalização da instituição, na qual os resultados obtidos permitiram identificar as percepções acerca da ambientalização, sustentabilidade e meio ambiente e a forma como esses sujeitos percebem sua própria relação e a da comunidade com o espaço. Além disso, a equipe participou de tardes formativas, que capacitaram seus membros na abordagem das ecotecnologias como instrumentos pedagógicos, proporcionando o estudo e a reflexão acerca da importância da ambientalização escolar e como ela pode refletir no cotidiano das pessoas. Dessa forma a partir das observações em aula, do roteiro de percepção e do diagnóstico, dos diálogos com o supervisor e das capacitações, pôde-se dialogar junto aos estudantes formas de ambientalizar a escola. A partir disso, foram elaborados planos de aulas, oficinas e ações futuras contextualizadas com a realidade levantada. Em 2019 a equipe ministrou aulas e mediou ciclos de oficinas no contraturno, com diversos temas que foram divulgados nos murais do IFPR e na página do Facebook. Entre elas foi realizada a oficinas de pufes de pneus, pallets e almofadas para a criação do “Cantinho Zen” que foi fundamental para fortalecer o processo de pertencimento levantado como uma fragilidade nos resultados obtidos. Além disso, outras ações de ambientalização vinculadas ao currículo foram realizadas como a dos vasos com o reenvase de seu conteúdo, a oficina de cactos e suculentas e a horta vertical e irrigação. Considera-se, portanto, que o projeto contribui na formação de profissionais capazes de associar o conteúdo curricular com o ambiente escolar contribuindo para uma escola ambientalizada e atuante na construção de uma cultura socioambiental.



Palavras-chave


Educação Ambiental;Ambientalização Escolar;Docencia

Um cadastro no sistema é obrigatório para visualizar os documentos. Clique aqui para criar um cadastro.