Biblioteca Digital de Eventos Científicos da UFPR, V SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE GESTÃO E POLÍTICAS PARA O ESPORTE

Tamanho da fonte: 
Preservação e manipulação do acervo do Centro de Memória do Departamento de Educação Física (CEMEDEF): perspectivas sobre o eixo tecnológico.
Eduardo Emanuel Honorio, Lucas Leon Peixoto, João Vitor de Araujo dos Santos, Cahuane Corrêa, Vera Luiza Moro

Última alteração: 21-10-2022

Resumo


Introdução e Objetivos: O Centro de Memória do Departamento de Educação Física (CEMEDEF) da Universidade Federal do Paraná foi criado no ano de 2009, pela Professora Vera Luiza Moro, com o objetivo de preservar os documentos da Antiga Escola de Educação Física e Desportos do Paraná, e, também, divulgar a memória do curso de Educação Física (Souza & Capraro, 2010). Introdutoriamente, analisa-se que o CEMEDEF tem tido avanço quanto o uso de tecnologias que promovem o desenvolvimento da gestão e preservação dos acervos históricos (Tavares, 2014). Através do processo de organização, classificação e digitalização deles, bem como a utilização e manipulação dos dados digitalizados, torna-se possível desenvolver pesquisas que visam entender a história da Educação Física e dos esportes no Paraná.  Desse modo, por meio dos trabalhos que estão sendo realizados no CEMEDEF em colaboração com o Programa de Educação Tutorial de Educação Física (PET-EDF), o objetivo deste trabalho em específico é entender a importância do alinhamento tecnológico com o levantamento e a gestão de dados e informações do passado e suas diversas possibilidades de manipulação no presente. Métodos: Diante disso, o trabalho é caracterizado como pesquisa qualitativa descritiva (Creswell, 2010), pois, foram revisadas as diversas atividades desenvolvidas no CEMEDEF durante a vinculação com o PET-EDF, permitindo explicitar o uso das diferentes tecnologias nas ações realizadas, como a  catalogação dos relatórios semestrais em planilha digital, baseando-se em normativas arquivísticas, e o levantamento de dados dos ex-alunos da Antiga Escola de Educação Física e Desportos do Paraná. Resultados e discussão: observou-se que a padronização de tabelas e as  análises dos documentos para a realização de breves resumos propiciam facilidade de acesso às fontes pelos pesquisadores que anseiam compreender a história da EDF, da consolidação de um campo voltado aos esportes e de agentes relacionados ao contexto esportivo no Paraná, em um período de organização institucional do esporte no Brasil (Carvalho, 2013), permitindo que as encontrem a partir da busca do seu conteúdo ou por palavras-chave. Por sua vez, o levantamento de dados sobre ex-alunos da Antiga Escola de Educação Física e Desportos do Paraná subsidiou a elaboração de um banco de dados demográficos contendo diferentes dados, a saber: profissão, cidade de nascimento, nomes dos pais, instituição formativa anterior, cor da pele, cabelos e olhos.  Tais elementos podem ajudar a entender o contexto da época e, também, questões que influenciaram posteriores definições da instituição. Conclusão: a utilização das diferentes tecnologias pelo CEMEDEF vêm servindo como subsídio para divulgação dos acervos históricos, permitindo também a melhorara do acesso aos documentos e dados que até então foram pouco estudados por conta da inacessibilidade.

Palavras-chave


Centro de memória; preservação; acervo; tecnologias; perspectivas.

Texto completo: PDF