Biblioteca Digital de Eventos Científicos da UFPR, I Seminário Internacional sobre Violência, Tecnologias e Saúde no contexto do coronavírus (COVID-19)

Tamanho da fonte: 
INTERAÇÕES NA EDUCAÇÃO DIGITAL EM SAÚDE UTILIZANDO AS REDES SOCIAIS: relato de experiência de acadêmicos de enfermagem
Natasha Hêmilly Sousa Santos, Thiago Gonçalves Mangueira, Izabel de Menezes Nogueira Landim, Ana Rita Barreto Cardoso, Jessica de Menezes Nogueira

Última alteração: 16-09-2020

Resumo


INTRODUÇÃO: Com o aprimoramento da tecnologia, desde o surgir do primeiro rádio, computador, televisão até chegar aos dias atuais com os smartphones de alta tecnologia, nossa sociedade veio se modificando em sua forma de agir e de se comunicar. Tal realidade é perceptível através das redes sociais. Com isso, a informação pode-se chegar com mais facilidade aos lares onde esta, cada dia mais tem se mostrado dinâmica e precisa. A educação digital em saúde, por exemplo, é de extrema importância frente ao mundo globalizado e conectado e a estratégia de usar a redes sociais através da interação com o público pode fazê-la mais eficaz, pois facilita o conhecimento deste para quem produz a informação de forma dinâmica e precisa para que então a sociedade possa ser sensibilizada e a promoção/prevenção da saúde tenha resultados positivos. OBJETIVO: Relatar a experiência de acadêmicos de enfermagem na interação durante as estratégias para educação em saúde utilizando uma rede social. METODOLOGIA: O presente estudo é um relato da experiência de acadêmicos de enfermagem de uma Universidade Pública do Piauí sobre a interação social durante as atividades de educação em saúde utilizando uma plataforma digital do projeto de extensão denominado “EnferMeet”, que conta com 317 seguidores, no período de julho a agosto de 2020. Foram utilizados como interação: quizzes de perguntas e respostas, bingos, tamplates, vídeos de interação, lives e posts, esses, além de interagir com o público, esclarecer dúvidas ao responder os comentários advindos dos seguidores, promovia a propagação de informações, nas quais as mesmas são úteis para a sociedade, com temas como: meio ambiente e a pandemia, saúde mental, higiene, dentre outros. RESULTADOS: Apesar de vivermos na era tecnológica e estarmos rodeados de tecnologia, há uma pequena sensação de insegurança, pois o fato de utilizar uma rede social para propagar informações para a sociedade requer muita responsabilidade. É desafiador adentrar nesse meio pois, como acadêmicos que até então não tinham a prática de utilizar a ferramenta para lidar com a sociedade, foi necessário dedicação e aprendizado, para dar uma boa resposta à comunidade. Em contrapartida, é satisfatório podermos contribuir com a população através de informações com interatividade, através do nosso projeto, que com o passar dos dias vem crescendo, e isso nos traz a sensação de que, mesmo no cenário de distanciamento social, podemos contribuir utilizando as mídias digitais para interagir e promover estratégias de educação em saúde. CONSIDERAÇÕES FINAIS: Isso contribuirá positivamente em nossas vidas, tanto pessoal quanto profissional, pois é um aprendizado e experiência que nos acresce e que com certeza será útil por mais vezes ao longo da vida profissional. Em vista do atual cenário e para que a sociedade não ficasse aquém na atual situação que nos encontramos, a interação, utilizando uma rede social para manter a população informada, se faz necessária, para que a informação/interação seja tratada de forma científica e consiga sensibilizar a população sobre os temas expostos. Dessa maneira, poder-se-á afirmar que recurso utilizado foi de extrema importância e que contribuiu positivamente em tempos de quarentena.


Texto completo: PDF